FIES 2020: Inscrições, Novas Regras e Aditamento FIES, AQUI

Duas vezes por ano abrem as inscrições para o FIES 2020. O programa do Governo Federal é um dos mais concorridos. A ideia do FIES 2020 é fornecer crédito pessoal para os custos das mensalidades do curso de graduação. Possibilitando juros abaixo do oferecido no banco, e prorrogando o tempo para pagamento.

FIES 2020

FIES 2020

Entenda o FIES 2020

O Programa de Financiamento Estudantil (FIES), é uma iniciativa do Governo Federal. E visa fornecer crédito pessoal aos jovens e adultos que não têm condições de arcar com o valor do curso de ensino superior.

Apenas depois da formação é que o pagamento deve ser realizado. O tipo de juros depende do perfil socioeconômico do universitário. Mas, há possibilidade de juros zero.

Em janeiro e junho são disponibilizadas vagas para o financiamento. Os interessados se inscrevem com sua nota do ENEM e se classificam conforme essa pontuação.

✓ Conheça os programas estaduais:

Para os cursos mais concorridos é necessário ter nota alta, pois o critério para desempate no momento da classificação são os pontos. A inscrição no FIES 2020 e consulta de resultados é online.


Quem pode se inscrever no FIES 2020?

Existem algumas regras para estabelecer quem pode se escrever no FIES 2020. Filtrando os candidatos que realmente não têm condições financeiras de arcar com o valor do curso.

E ainda, valorizando aqueles que conseguiram um mínimo de pontos durante a prova do ENEM. Por isso, os requisitos são de:

  • Ter participado do ENEM a partir da edição de 2010;
  • Pontuar no ENEM pelo menos 450 pontos na médias das provas objetivas, e mais que zero na redação;
  • Possuir renda familiar mensal de 3 a 5 salários mínimos por pessoa.

Existem duas modalidades de financiamento. O Novo Fies e o P-FIES. Para a primeira situação é preciso que a renda do candidato seja de até 3 salários mínimos mensais por pessoa da família.

No P-FIES os inscritos precisam comprovar ganho familiar mensal de até 5 salários mínimos por pessoa.


Novas regras do FIES 2020

Nos últimos anos o financiamento se atualizou e trouxe novas regras do FIES 2020. Possibilitando, inclusive, juros zero para os candidatos do Novo Fies, com rendimento até 3 salários.

Para a modalidade P-FIES o juros são definidos pelo banco. Sendo redes autorizadas a liberação do crédito pessoal: Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

O início do pagamento é a partir do primeiro mês após a conclusão do curso. Caso não seja possível iniciar a quitação do saldo devedor, serão debitadas da renda do estudante pequenas parcelas. Com valor mínimo instituído em contrato.

✓ Confira mais opções de inscrições:

De acordo com o levantamento do programa, estima-se que o contemplado quite todo o seu saldo em até 14 anos. Caso não consiga um emprego assim que finalizar a graduação, o estudante conta com o fundo garantidor. E deve pagar o valor mínimo definido no regulamento.


Inscrições FIES 2020

As inscrições FIES 2020 ficam disponíveis em seu portal conforme organização do cronograma. Nos meses de janeiro e junho. Para acessar é necessário inserir dados de identificação para reconhecimento da nota do ENEM 2020.

Veja como fazer o primeiro cadastro, seguindo o passo a passo abaixo:

  • Acesse o site do FIES e na primeira página clique em “Minha Inscrição’;

portal do fies

  • Agora, no quadro para login seleciona a opção “Primeiro Acesso”;

portal fies 2020

  • Informe CPF e data de nascimento e em seguida clicando no ícone “Prosseguir” você inicia sua inscrição. inscrições fies 2020

Os resultados são divulgados dias depois, e devem ser acessados nesse mesmo portal. A classificação é feita com base na nota do ENEM. E o candidato pode escolher até duas opções de curso para disputa, em ordem de preferência.


Aditamento FIES 2020

A cada seis meses, o estudante deve fazer o aditamento FIES 2020. Isto é, renovar seu contrato com o programa mostrando que continua matriculado no curso.

Aditar significa adicionar, incluir. E esse processo está relacionado a inclusão de documentos, comprovando a frequência na graduação e o interesse em dar continuidade ao financiamento.

Esse procedimento pode ser feito na própria universidade, bastando comparecer até o ponto de atendimento da instituição. Outra forma, mais utilizada, é acessando o site do FIES e atualizando seus dados. 

Caso aconteça algum tipo de mudança nos dados cadastrais, e principalmente nas informações sobre o fiador. O estudante deve ir até o banco onde foi feito o financiamento e levar os novos documentos para recadastro.

Vale dizer que deixar de acessar o portal, comparecer até o ponto de atendimento da universidade ou ir até o banco, indica a não realização do aditamento. Implicando no cancelamento do curso financiado. 

Adicionar Comentário