Imposto de Renda 2020: Alíquota IRPF, Tabela e Declaração

Todos os anos, obrigatoriamente o Imposto de Renda 2020 deve ser pago pelos trabalhadores e empresas brasileiras. Bem como a formação da declaração referente ao Imposto de Renda 2020, informando os trâmites econômicos do ano anterior. O documento é muito importante e indica que as relações de compra e venda foram feitas dentro da legislação.

Imposto de Renda 2020

Aplicado anualmente, o Imposto de Renda 2020 é uma responsabilidade da Receita Federal. Os trabalhadores pagam e realizam a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF).

E as empresas fazem o mesmo procedimento mas em nome jurídico, compatível com as ações de uma marca. O objetivo é informar ao Governo Federal quais foram os ganhos e os gastos do ano anterior.

Legitimando todas as ações que envolvem compra e venda, e comprovando que não houve sonegação de impostos. Deixar de cumprir com essa obrigação o CPF e o CNPJ são bloqueados, impedindo de realizar uma série de procedimentos.

✓ Saiba mais detalhes sobre:

Para a pessoa física, até o dia 30 de Abril é preciso entregar a declaração referente ao imposto. As empresas podem dividir essa entrega e o pagamento em até três períodos, conforme os trimestres do ano.


O que deve ser declarado no Imposto de Renda 2020?

A declaração Imposto de Renda 2020 é um documento de muita importância. Pois é nele que ficam descritos todos as aquisições e os gastos do contribuinte no ano anterior.

O programa em que as informações são inseridas, deve ser baixado no site da Receita Federal. Depois de preencher todo o formulário o indivíduo escolhe a forma de pagamento. Em boleto ou descontando da folha de pagamento.

Deixar de inserir certos bens pode implicar em fraude, caindo na malha fina e acarretando em alguns problemas. Por isso, o que deve ser declarado no Imposto de Renda 2020 são informações como:

  • Ganhos tributáveis acima de R$28.559,70 para pessoa física;
  • Ganhos não tributáveis acima de R$ 40.000,00 para pessoa física;
  • Aluguel;
  • Compra e aquisição de bens;
  • Investimentos na bolsa de valores;
  • Dependentes;
  • Gasto com escola, plano de saúde, médico;
  • Contribuição à previdência social ou privada.

Conforme o contribuinte fizer as deduções, que representa inserir os seus gastos, a Receita desconta o valor do imposto. E devolve um troco após essa análise, troco esse chamado de restituição.


Valor do Imposto de Renda Pessoa Física 2020

A cobrança do imposto é feito com base no ganho mensal do trabalhador. E segue uma tabela de alíquota IRPF 2020 para que seja feito o cálculo.

O sistema analisa quais foram os ganhos do contribuinte, e realiza a definição do valor do Imposto de Renda Pessoa Física 2020. Baseando-se em:

  • Rendimento de R$1.903,99 até R$2.826,65: 7,5%;
  • Rendimento de R$2.826,66 até R$3.751,05: 15%;
  • Rendimento de R$3.751,06 até R$4.664,68: 22,5%;
  • Rendimento acima de R$4.664,68: 27,5%.

imposto de renda

A quantia pode ser descontada da folha de pagamento, mas não isenta o trabalhador de realizar a declaração. Até mesmo porquê precisa haver relação entre a entrega do documento e o valor a ser pago, para não cair na malha fina.

✓ Confira os calendários:

Contar com a ajuda de um profissional da área contábil pode ser uma boa alternativa para quem não tem experiência em preencher e emitir a guia de pagamento do imposto.


Baixar o programa de declaração do Imposto de Renda 2020

Os contribuintes devem ter o programa para realizar a declaração instalado em seus computadores, ou em aparelhos móveis. No segundo caso, o software pode ser baixado em sistemas IOS e Android.

Abaixo, veja como baixar o programa de declaração do Imposto de Renda 2020 em computadores para pessoas físicas.

Baixar o programa de declaração do Imposto de Renda 2020

  • Escolha o selecione qual o sistema operacional do seu computador;

Baixar o programa de declaração do Imposto de Renda

  • Clique sobre “Programa IRPF” e espere até que o arquivo baixe no seu aparelho.

Adicionar Comentário